Área 121 / Industrial building

show more

Architecture for industry

Arquitetura para a industria

O edifício industrial por sua natureza, é considerado parte integrante do ciclo produtivo, na verdade, um dos poucos tipos de construção cujo valor é medido mais em termos de bens de capital, do que em termos imobiliários. Em particular na grande indústria, a construção do edifício segue as exigências logísticas, distributivas e volumétricas, requeridas pela produção, enquanto o destino e o papel da arquitetura, resultam hoje diretamente ligados ao valor percebido pelo mercado, do produto em si.
Na verdade, a tendência parece mudar o significado do invólucro edilício, bem como o modo e as características com as quais o edifício foi instalado na área, seguindo as exigências da competição global para a qual, particularmente nas indústrias onde a notoriedade da marca e cultura corporativa é um “plus” transmissíveis, é necessário marcar a diferença “visível” em relação a concorrência.
E já que a comunicação, adquiriu um peso absolutamente predominante em relação ao passado ao decidir o sucesso ou o fracasso de um determinado bem de consumo, os lugares e os modos de produção são inseridos, tais quais o design, o conforto e a embalagem, no circuito da qualidade percebida pelos usuário, ajudando a orientar as escolhas dos consumidores.
Desta forma, além da consistência física e qualidade do objeto ou do bem produzido, tornaram-se importantes a filosofia empresarial, o respeito pelos trabalhadores e as suas condições de vida e operacionais, a proteção ambiental e o consumo de energia e assim dos recursos, a produção e emissões de poluentes, a imagem global da empresa, a proveniência da matéria-prima, etc…
Neste cenário, o termo “fábrica” parece reduzido e não exaustivo, em comparação com a complexidade do processo e das realidades industriais contemporâneas e, uma vez que produzir significa, projetar, realizar a engenharia, testar, montar, construir, divulgar, expor e comercializar um determinado produto, talvez fosse mais apropriado dizer “campus industriais”, lugares multifuncionais que sabem representar a essência e a substância da empresa. Locais onde o antigo anonimato remove a necessidade de continuar a ser, como apontado inicialmente, um bem principalmente instrumental, observando que no mercado global contemporâneo, as ferramentas mudaram.

Marco Casamonti

Download cover and index

Download introduction of Marco Casamonti

Download editorial of Laura Andreini

Download Perfetti Van Melle Factory