Engenharia de fachada: UBPA em Xangai 2010

Xangai - China / 2010
Arquitetura, Design

show more

As paredes de contenção do pavilhão B3-2, projetado pelo Studio Archea para a Urban Best Practice al World Expo di Shanghai del 2010, é apresentado como um recinto concebido seja através da dilatação espacial externa introduzida nos anos sessenta e setenta pelos protagonistas da arte italiana, como pelas mais recentes experiências da Optical Art, que podemos apreciar nos trabalhos realizados por artistas como, Enrico Castellani. O invólucro é macio na aparência, mas rígido na geometria geral e, é expresso essencialmente como mecanismo de difusão de luz natural, o que acontece também na cobertura, formada por uma sequência de superfícies refletoras que espalham a luz zenitalmente.

O sistema estrutural:
A estrutura, montada durante um período de apenas 9 meses, foi concebida para ser desmontada e remontada em diferentes locais, graças às tecnologias a seco nas quais se baseia, permitindo a recuperação de mais de 90% dos componentes.

Este é o resultado de uma estratificação de camada:

  • Uma estrutura de aço, com segmentos de treliças que foram preparados em oficina e ligados às colunas no local, durante os primeiros três meses de construção. O sistema é formado por 16 pilares tubulares, com secção retangular de 800 × 550 mm ou circulares com diâmetro de 550 mm, colocados em plintos suportados por postes. (nº 7 na figura).
  • Uma estrutura secundária composta por uma malha de aço, com um espaçamento de 1515 milímetros, fixada à viga de fundação em cimento armado e às vigas intermédias da fachada, colocadas a uma altura de 9,3 m. Essa realiza o duplo papel de suporte, tanto para a pele externa, como para o acabamento interno. (nº 2 na figura).
  • Uma superfície de placas de gesso, fixadas no interior da estrutura secundária, perfuradas por uma fileira de janelas quadradas de dimensões variáveis, dispostas obliquamente em relação à vertical. (nº 1 na figura).
  • Uma superfície de painéis isolantes procedentes da indústria, fixados externamente à estrutura secundária, que formam uma verdadeira e própria barreira térmica e higrométrica do prédio. (nº 3 na figura).
  • Em posições oportunas, foram instalados quadros de vidro (feito com vidros duplos para conter as perdas de calor), nos quais foram sobrepostos painéis específicos para criar as aberturas na fachada. (nº 6 na figura).
  • Sobre os painéis de isolamento, foi instalada a infra-estrutura da fachada, uma grade de alumínio vertical e horizontal, colocada a 45° e encaixada em suportes fixados com parafusos diretamente na estrutura de apoio. (nº 4 na figura).
  • A última camada da fachada é formada por um revestimento de quadros em alumínio, formados por um tecido de fibra de vidro, mantido sob tensão por meio de esticadores especiais, inseridos nos trilhos tubulares que compõe a estrutura. Peças especiais foram feitas para os cantos, para os 4 vértices superiores do prédio e para as janelas de diversos tamanhos e formas utilizadas na fachada: quadrados, triângulos, trapézios e losangos.
  • O material, escolhido de acordo com as características de eco compatibilidade propostas, é apresentado sob a forma de membrana feita em fibra de vidro e revestimento de silicone, que garantem grande resistência à tracção, translucidez e durabilidade. Foram utilizados cerca de 810 painéis, cobrindo uma área total de 3070 metros quadrados.
  • Os painéis foram fabricados e embalados na Itália pela empresa Tensoforma Trading Ltd, com o auxílio de uma técnica especial de montagem que consente controlar o valor de pré-tensão da membrana e consequentemente o equilíbrio do sistema de painéis, sucessivamente transportados via mar para Xangai e montados no local da construção. (nº 5 na figura).
  • O pavilhão é delimitado por uma série de elementos em LED RGB (capaz de mudar de cor de acordo com o cenário programado), instalados no piso da praça externa, em modo a ressaltar cada cruzamento diagonal da trama estrutural da fachada.


LugarXangai - China
Projeto2010
ClienteWorld Expo Shanghai 2010 Holding Company
EstruturaFavero & Milan Ingegneria - Tensoforma Trading S.r.l.
Superfície construída3070 mq