Stop Line

Curno, Bérgamo - Itália / 1993-1995
Arquitetura, Privados

show more

Localizada ao longo da trafegada estrada Briantea, na margem urbana caracterizada por lotes regulares e volumes industriais, a construção, objeto da intervenção, é uma “anônima caixa de cimento” adquirida para abrigar um centro para espetáculos, entretenimento, diversão e encontro. O projeto se identifica com o lugar e com a presença da forma de “caixa” de seus produtos, rejeitando a inexpressão funcional dos edifícios contentores. A dupla identidade da fachada é a sua expressão mais imediata: a imagem diurna é uma parede cega em aço corten sutilmente furada, interrompida pelas aberturas das portas de segurança e do corte vertical de acesso, abrigada em cima por uma cobertura inclinada, e à noite a parede de ferrugem é desmaterializada, transfigurando-se em uma visão animada de pontos luminosos, multiplicados pelo espelho d’água à sua frente. As funções se distribuem em quatro andares, incluindo o porão e a cobertura/terraço carroçável. Atualmente, o prédio passou por uma nova transformação voltando a interpretar o papel de uma anônima atividade comercial, ainda assim ligado ao trabalho.

ProgramaComplexo de lazer
LugarCurno, Bérgamo - Itália
Projeto1993-1995
ClienteGolf Parco dei Colli
Custo€ 11.000.000
SistemaStudio Armondi
CompaniaFalgari Mario & C. S.n.c. – F.lli Bergamini
EstruturaStudio Myallonnier
Superfície construída10.000 mq
Volume60.000 mc