Terreria para Moroso

show more

Geralmente em cada existe uma livraria aonde guardar os livros, recordações, fotografias, objetos que desejamos esquecer, sendo o coletor da nossa memória, que em geral é em madeira, às vezes em metal, ou em vidro, mas nunca feita de terra, embora exista a necessidade de naturalidade, a qual almeja a nossa existência dentro de um espaço doméstico. A Terreria não é apenas a imagem de uma livraria de terracota, por sua vez é a possibilidade de “tijolar” a casa, tornando-a contemporaneamente nova e antiga, urbana e de campo, um meio termo entre um móvel modular – os elementos individuais podem ser montados em configurações e tamanhos infinitos – e uma janela de celeiro da qual se pode olhar o campo. É um projeto que estimula o planejamento através da possibilidade combinatória de três elementos capazes de transformar cada Terreria em um objeto único, original, oferecendo uma oportunidade combinatória que rejeita a  uniformização para obter um desenho e uma imagem sempre diferente. Por isso não é possível falar de um produto de “desenho industrial“, mas sim de um “desenho artesanal“ produzido em série, de um sistema aperto da qual gênese, surge no Chianti Classico, dos primeiros protótipos estudados para o interior da Cantina Antinori da qual, Moroso realizou todos os elementos de decoração baseando-se no conceito e pesquisa sobre materiais pobres que o estúdio Archea Associati com Marco Casamonti, conduz ha vários anos, cruzando o design e a arquitetura sem distinção de escala. A matéria, o cromatismo, o tato, aproveitam de todas as oportunidades que a cerâmica coloca a disposição no uso doméstico durante o curso dos séculos, variando desde a rugosidade da terracota até o brilho dos esmaltes que podem ser escolhidos dentre as várias tonalidades disponíveis.

Características técnicas

Elementos em terracota, disponíveis com diversas tipologias de argila e porcelanatos vitrificado, realizados em três diversas configurações geométricas com uma profundidade de 30 cm, uma largura variável de 25 a 35 cm e uma altura de 40 cm. A montagem é feita através de simples sobreposições independentes dos elementos com interpostos com uma cola de silicone própria ou espaçadores adesivos especiais fornecidos juntos com a confecção. A Altura máxima para obter uma “livraria” auto-apoiada, sem a fixação na parede é 280 centímetros, enquanto a largura é livre, dependendo da necessidade. O peso de cada elemento é variável 5-7 kg. Para cada metro quadrado são utilizados de 5 a 7 elementos.

ProgramaLivraria modular em terracotta
Projeto2012
FabricanteMoroso