Vila Monteverde

São Paulo - Brasil / 2012-2013
Arquitetura, Privados

show more

Na cidade de São Paulo, a contemporaneidade mostra uma realidade de  edifícios residenciais, que muitas vezes e freqüentemente negam importantes aspectos urbanos e solucionáveis através daquela “boa arquitetura” transmitida pela sustentabilidade e projeto de design.
O edifício residencial “Vila Monteverde”, também chamado de “Living on the tree”, está localizado no bairro do Morumbi, na Rua Professor Alexandre Correia, geograficamente ao sudoeste do centro histórico da cidade (o “Copan” é que representa mentalmente  aquele eixo indeterminável de São Paulo). O projeto, que é ainda na base se diferencial substancialmente da imagem e do método construtivo, que utiliza ferro e tijolo, tradicionalmente usado nas cidades brasileiras.
Desenvolvido para o cliente da Brasilincorp (empresa incorporadora que atua nos segmentos comerciais e residenciais) o projeto é previsto para uma área de 2.130 metros quadrados, sendo para o estúdio Archea uma grande oportunidade de criar um edifício de alta qualidade, inovador e sustentável, desenvolvido segundo as precisas regras locais e rigorosos dados dimensionais: altura máxima, distâncias entre os edifícios vizinhos e o aproveitamento das superfícies utilizáveis apreciado. Com a utilização de um concreto a vista misturado com óxido de ferro e “moldados”, composto por finas tiras de madeira, assumindo um tom elegante e criando interessantes superfícies, a proposta inclui 16 apartamentos de cerca de 200 metros quadrados cada, com terraços projetados como “jardins suspensos”, diferentes para cada apartamento, com aproximadamente 50 metros quadrados.
O piso térreo é dedicado à entrada de pedestres e estacionamento, no nível da rua, inclui recepção e instalações comuns, como salas de jogos e de festas, espaço ‘gourmet’, academia e sauna, sala de internet e residências de funcionários do edifício. A partir do piso térreo, uma rampa desce em direção ao subsolo, atingindo os cinco andares de estacionamento. Também está previsto, através de acesso externo, um ‘playground’, com piscina e solarium, imerso em um verde típico “brasileiro” e, finalmente, na cobertura, um terraço comum panorâmico abriga um sistema de tecnologia eólica para a produção de energia sustentável nas áreas de serviço dos apartamentos.
O projeto é inserido no contexto urbano, através de uma composição moderna e única no seu gênero, na qual o papel dos terraços, em forma de “ramos”, mostra como é possível obter sugestivas interpretações para um edifício residencial de qualidade, através dos movimentos volumétricos reinterpretando o natural crescimento de uma árvore.

ProgramaResidências
LugarSão Paulo - Brasil
Projeto2012-2013
ClienteBrasilincorp.